08.04.2019 | Fundamental 5º ano

Projeto do 5º ano, Passaporte Literário, renova o acervo de outras Unidades Educacionais da ACF

O Projeto Solidário das turmas do 5º ano do Consa alçou altos voos!

Orientados por seus professores, os estudantes protagonizaram um projeto que ajudou diversas crianças a terem acesso a um acervo renovado de livros!

O Projeto Passaporte Literário, envolveu e celebrou a generosidade dos estudantes e das famílias do Consa, que doaram um total de 2595 livros em ótimo estado! Os livros foram separados e distribuídos entre as unidades da Associação Cultura Franciscana – ACF, dentre elas, o Colégio Franciscano Santo Inácio, duas Unidades Filantrópicas, o Colégio Franciscano Santa Clara e o Colégio Franciscano Santa Isabel, e a creche que é conveniada com a prefeitura, o CEI Lar Maria Albertina. Essas doações possibilitaram a esses estudantes o acesso a novas experiências, conhecimentos e ao fascínio e transformação que a literatura proporciona.

Como forma de agradecimento, na sexta-feira, dia 05 de abril, foi celebrada uma cerimônia oficial da entrega dos livros, na qual os estudantes do Consa perceberam a magnitude de sua boa ação.

Iniciando com as palavras de reconhecimento da Ir. Priscilla Rossetto, diretora do Consa, e da Orientadora Pedagógica, Ana Lucia Rodrigues dos Santos, os estudantes do 5º ano do Consa leram o poema “Dentro do livro”, de Ricardo Azevedo. Após, livros foram entregues pelos estudantes do 5º ano às diretoras dos Colégios beneficiados, simbolizando os diversos livros que foram doados às unidades. O evento finalizou com uma apresentação musical emocionante dos estudantes de uma das unidades beneficiadas, o Colégio Franciscano Santa Isabel, como forma de agradecimento.

Agradecemos o envolvimento e a colaboração de todos aqueles que “semearam o desejo de ler” em nossos estudantes, de modo que possam espalhar essas sementes por onde quer que passem e aos que os ajudaram a colher os frutos, por meio da colaboração constante para que as intenções se tornassem realidade.

“E penso que o meu mundo seria muito pobre se em mim não estivessem os livros que li e amei. Pois, se não sabem, somente as coisas amadas são guardadas na memória poética, lugar da beleza. ‘Aquilo que a memória amou fica eterno’, tal como o disse a Adélia Prado, amiga querida. Os livros que amo não me deixam. Caminham comigo”. – Rubem Alves

Confira, abaixo, o vídeo oficial do Projeto e as fotos do evento!

Leia também