11.12.2018 | Notícias Celfran

Espetáculo de Circo 2018: “Memórias de Paz”

O Espetáculo de Circo de 2018 foi concebido a partir de uma pesquisa de memórias dos alunos sobre paz.

Diante de suas vivências com o tema, as crianças e os adolescentes transformaram suas lembranças em movimentos, compondo seu próprio vocabulário de expressão corporal com siginifcado único e especial para cada um deles.

A partir dos depoimentos dos estudantes, o compositor Ivan Alves Figueiredo musicou suas falas e revelou a essência de sua sonoridade, extraindo belas músicas!

Seguindo a mesma linha, com base no significado da paz para cada estudante, a artista Marian Del Castillo Hernández desenvolveu, com técnicas de artes plásticas, a transposição dos sentimentos e sensações em adereços e cenografia do Espetáculo.

Complementando o Espetáculo, com o intuito de trazer aos pais e alunos duas das várias formas de se fazer Circo, recebemos a artista Rachel Monteiro, que define sua pesquisa em apoio aéreo; baseada em proposta de peso rígido e peso fluido, presença e dilatação do estado de cena para construção de uma atmosfera poética não linear. O artista Helder Vilela, por sua vez, trouxe sua linha de pesquisa “Handstand”. Helder define suas criações como um local onde coloca seus próprios sentimentos e experiências vividas, caminhando entre as vertentes do tradicional e contemporâneo que, em sua perspectiva, são a base do Circo.

Em tempo, os alunos participaram de forma ativa de todas as etapas de criação, desenvolvimento de partitura de movimentos, escolha da perfomance, inspiração musical, criação de adereços e cenografia. Eles foram a matéria prima para a produção desse Espetáculo ímpar em que a história de vida de cada uma das crianças e adolescentes compôs uma dramaturgia única sobre a PAZ!

Nossos mais calorosos aplausos para estes brilhantes estudantes, pela arte tão sublime e genuína que nos apresentaram!!!