05.03.2021 | Blog

Veja como manter seu filho mais disposto a estudar

Com as tarefas do dia a dia, fica um pouco corrido conciliar trabalho, casa e a educação dos filhos? Apresentamos a seguir 7 práticas simples para tornar o processo de aprendizagem mais produtivo e duradouro, confira!

7 práticas para ajudar seu filho a ter mais disposição nos estudos 

1. Permita espaços flexíveis 

É importante pensar no planejamento do espaço de estudos do seu filho, para que favoreça a concentração e foco, seja durante as aulas online ou no momento de estudo diário.

É importante que esse espaço seja organizado, com uma mesa e cadeira confortável e um ambiente pouco ruidoso, livre de distratores.

 

2. Incentive a participação online 

Nos dias em que o estudante estiver em casa, interagindo nas aulas, com câmera aberta, remotamente, incentive-o a ser participativo nas atividades escolares. É importante que, mesmo distante, fisicamente, ele mantenha o vínculo com a turma e o educador. 

Afinal, interagir socialmente contribui para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais e na resolução de suas dúvidas ou dificuldades.

 

3. Autorize pausas no estudo 

O cérebro precisa de pausas para processar a informação e assimilar a aprendizagem. Segundo Barbara Oakley, que é pesquisadora de psicologia cognitiva, descansar a mente ajuda a encontrar soluções para problemas.  

Uma recomendação é fazer pausas de 10 a 15 min na rotina de estudos, para que os estudantes mantenham seu foco atencional preservado, para a próxima atividade.

 

4. Tenha uma rotina personalizada 

Além dos horários de aula online ou presencial, é preciso encontrar, o período do dia que seja mais produtivo para o cumprimento das demais atividades escolares. Por isso, a 4ª prática indicada aqui, é ter uma rotina de horários personalizada ao estilo de vida de cada família e aos cursos extras desenvolvidos no dia.

 

5. Promova a discussão, a escrita e até a criação de desenhos 

Fazer atividades complementares ao conteúdo estudado é uma estratégia para ajudar na assimilação do conteúdo. Após ler um material, se nada for revisitado para ajudar na absorção do conhecimento, o que foi aprendido pode cair na curva de esquecimento do cérebro. As tarefas de casa, também, têm como objetivo a sistematização desses conhecimentos. 

Os pais podem direcionar um tempo para discutir com seu filho a matéria estudada, incentivar a escrita do que entendeu da leitura, como estratégia de transposição e autoria, ou até mesmo fazer um registro lúdico, com desenhos ou esquemas.

 

6. Ensine a ter persistência, resiliência e paciência 

Ao se frustrar com alguma situação ou apresentar dificuldade em alguma atividade escolar, o estudante pode ter como reação imediata a não continuidade daquela experiência que está sendo desafiadora. Nesse caso, é importante trabalhar a persistência, resiliência e a paciência com o seu filho, para que possa desenvolver habilidades importantes nesse quesito. No futuro, ele vivenciará situações em que será preciso persistir para alcançar o objetivo que deseja, por isso, as vivências escolares e sociais, podem ajudar o estudante a elaborar situações exigentes e desenvolver habilidades sócio emocionais importantes.

 

7. Realiza atividades de lazer em família 

Relaxar a mente é importante em qualquer faixa etária. Como falamos acima, ninguém é 100% produtivo o tempo todo, por isso, reserve momentos de atividades de lazer em família.

Cozinhar juntos, assistir um filme ou fazer uma atividade física ou musical, são sugestões para o período dentro de casa.

 

*Com base no artigo 7 Guiding Principles for Parents Teaching From Home, da Edutopia, uma fundação educacional sem fins lucrativos criada pelo cineasta George Lucas