06.09.2021 | Blog

Vale a pena trocar de escola no meio do ano?

Geralmente, os motivos que levam a família a querer trocar a escola de seu filho, no meio do ano, são:

✓ Mudança de emprego dos pais e responsáveis;

✓ Mudança de cidade;

✓ Não adaptação da criança e da família com a linha pedagógica da escola anterior;

✓ Problemas financeiros;

✓ Dificuldades no rendimento escolar.

Ainda assim, nessas situações, surgem as dúvidas: será que vale a pena realizar essa troca imediatamente ou, é melhor esperar até o fim do ano? Será que isso pode prejudicar o desenvolvimento da criança?

Por meio do diálogo e da transparência com a criança, é possível realizar essa transição de maneira leve, harmônica e muito mais proveitosa do que seria aguardar até o final do ano letivo – por isso, para essas perguntas, nossa resposta é: sim, vale a pena trocar de escola no meio do ano.

Separamos algumas dicas úteis que podem favorecer esse momento de decisão:

1. Converse com a criança ou adolescente

– Informe que irá mudar de escola, de maneira objetiva e sincera, verbalizando as razões que levaram a essa decisão. Sinalize que vocês poderão visitar, juntos, novas escolas para escolher a que melhor atende as necessidades.

– Escute a criança ou o adolescente e acolha seus sentimentos, é normal que, a princípio, sinta-se inseguro ou frustrado. Por meio desse diálogo, as angústias vão sendo aliviadas.

É aconselhável esclarecer a situação para que o estudante entenda a novidade e, aos poucos, construa segurança para seguir o novo caminho.

2. Ressalte que mudanças são naturais

Ao conversar com a criança ou adolescente, é importante verbalizar que, ao longo da vida, mudanças acontecem, lidar com essas, faz parte do processo de desenvolvimento emocional. Dentro disso, o adulto pode mediar, sinalizando, por exemplo, os benefícios da mudança em questão. Dessa forma, favorecemos a resiliência e ensinamos a direcionar o olhar para todos os lados de uma situação e, não apenas para o negativo.

3. Envolva-se com a nova escola

Estar presente na rotina dos filhos é fundamental para a educação e evolução da criança e do adolescente. Portanto, ao mudar de escola, conheça, compreenda e acompanhe o sistema de ensino do novo colégio, além de fortalecer o vínculo com a instituição, amplia as possibilidades de incentivo que você poderá dar a seu(sua) filho(a), favorecendo seu engajamento com a rotina e com os estudos.

4. Novas amizades x colegas “antigos”

Incentive seu(sua) filho(a) a criar amizades na nova escola para que, gradativamente, sinta-se mais conectado com o novo espaço, assim como mais confortável. As parcerias criadas no “antigo” colégio também são importantes de ser mantidas, isso fará a criança ou o adolescente entender que é possível estabelecer novos laços sociais, sem perder os outros.

5. Esteja seguro acerca da mudança

A confiança e a tranquilidade do adulto são essenciais, nesse momento, pois a criança ou o adolescente terão como referência de comportamento, justamente, seus familiares mais próximos.

É sempre importante lembrar que todos os sentimentos são aceitos; as atitudes é que podem e, por vezes, devem ser direcionadas.

Contem com o Consa para realizar essa transição da melhor maneira possível, nossa equipe está preparada para receber seu(sua) filho(a), assim como para oferecer orientações aos familiares, se necessário.

Aproveite e veja também: Como se deparar com a transição de segmento escolar