09.04.2021 | Blog

Como o Consa ensina inteligência emocional para crianças?

Estudos comprovam que o desenvolvimento de habilidades socioemocionais deve começar a partir dos 2 anos de idade. Por isso, nossas atividades visam também estimular a aprendizagem e a compreensão das emoções.

Os pilares da inteligência emocional são: autoconsciência, autocontrole e consciência social, habilidades fundamentais para construção das relações interpessoais e estruturação de questões internas que possibilitem a atuação responsável no mundo e a tomada de decisões conscientes. O ensino dessas aptidões, desde a infância, é fundamental para despertar nas crianças o entendimento das suas próprias emoções, comportamentos e dos sentimentos do próximo.

Segundo a psicóloga Camila Cury, que é especialista na Teoria da Inteligência Multifocal, é comprovado que a inteligência emocional pode ser desenvolvida, da mesma maneira que a aprendizagem de um idioma ou o ensinamento de uma fórmula usada para resolver algum problema de matemática. 

No Consa, aplicamos iniciativas, desde a Educação Infantil, para desenvolver conhecimentos e experiências que os estudantes precisam para viver em sociedade e lidarem com seus sentimentos.

Brincar e aprender

O brincar é muito importante para o desenvolvimento infantil. É por meio da brincadeira que as crianças conseguem se expressar, exercitar o pensamento, interagir e se comunicar. Por isso, entre os componentes curriculares do Consa, o espaço para brincar está garantido. 

Em nosso plano de ensino, o brincar está também conectado aos movimentos corporais, promovemos momentos de recreação e aprendizagem, sempre contextualizados aos temas das propostas, como, por exemplo, como estender roupa. As brincadeiras que envolvem músicas e poesias, também possibilitam o desenvolvendo da linguagem e a ampliação do repertório dos estudantes, isso também é feito, por exemplo, no ensino da Língua Inglesa.

Nas etapas seguintes da escolarização, outras vivências são oportunizadas, valorizando a interação entre pares, experiências esportivas, artísticas e musicais.

O que é respeito? O que é paciência? Lealdade…

Todos esses valores – e muitos outros – são ensinados e exercitados no nosso Colégio com as atividades promovidas pelo Plano Virtudes, projeto que visa levar os estudantes a refletirem sobre suas escolhas, o ambiente em que vivem e a convivência com o próximo. A proposta é sempre apresentar uma virtude nova à criança, trabalhá-la com leitura de histórias, exercícios individuais e atividades em grupo.

Autoestima e autonomia para desenvolver a segurança

Tornar a criança capaz de compreender sua singularidade e importância no ambiente coletivo também é algo que prezamos em nosso cotidiano, assim como incentivar sua autonomia em tarefas simples e em resoluções de situações e desafios do dia a dia. Isso é desenvolvido, por exemplo, a partir de atividades simples, como deixar a criança responsável por arrumar a própria mochila, jogar restos de alimentos no lixo e colocar as meias e calçados, sempre com supervisão da professora, é claro.

Nas etapas seguintes, os trabalhos coletivos e atividades que requeiram a resolução de problemas reais, possibilitam, nas diferentes fases do desenvolvimento, vivências que proporcionam a ampliação da autonomia psíquica e cognitiva.

Resiliência para viver e conviver

Um estudo da Universidade da Pensilvânia (EUA) revelou que, ensinar resiliência, protege as crianças e adolescentes contra a depressão, promove satisfação e valorização da vida, além de ampliar as possibilidades de aprendizagem. No Consa, nossas atividades englobam ensinamentos para ajudar nossos estudantes a desenvolverem a resiliência e segurança, em suas atitudes e pensamentos.

Empatia e solidariedade  

Por meio de nossas campanhas solidárias, atividades colaborativas e coletivas, festivais artísticos, olímpiadas esportivas e do conhecimento, os estudantes desenvolvem a capacidade de olhar para o próximo e de colocar-se no lugar do outro.

Essas são algumas das atividades que trabalhamos no Consa para exercitar a inteligência emocional. Para saber mais, siga-nos no Instagram e Facebook.