Oficina de Circo

Reconhecidamente, a arte circense exerce fascínio por sua plasticidade e efeito visual a quem assiste e aos que a praticam. As atividades circenses são divididas em categorias ou agrupamentos de técnicas como: modalidades aéreas, equilíbrio, acrobacias, encenação e manipulação de objetos, sendo que, a principal ferramenta utilizada pelo praticante é o próprio corpo, de modo que, as capacidades biomotoras são amplamente estimuladas, destacando o trabalho de força muscular, flexibilidade, coordenação e equilíbrio. Assim, o circo torna-se uma prática motivadora para superação de limites, por vivenciar o corpo de maneiras diversas e propor inúmeros desafios a serem explorados e vencidos.

Benefícios:

  • Aprimora a força muscular e a flexibilidade;
  • Aumento do domínio corporal, coordenação motora, equilíbrio e aptidão física;
  • Estimula a concentração e o processo de criação;
  • Favorece o convívio social.

Ao longo do ano, o Celfran promove aulas compartilhadas entre pais e filhos que visam estreitar vínculos entre professores e familiares, bem como compartilhar os aprendizados dos alunos.

Anualmente, no mês de dezembro, acontece o Espetáculo de Encerramento, integrado aos cursos de Ballet, Dança e Jazz.

O objetivo do evento é promover o fechamento do trabalho realizado ao longo do ano, partilhando com as famílias os avanços conquistados pelos alunos. Com destaque para o processo que antecede o Espetáculo, tendo em vista que, é durante esse processo que se evidencia o trabalho em equipe, a disciplina pessoal e o respeito à coletividade. Além disso, o Espetáculo é uma excelente oportunidade de experimentação para os alunos uma vez expostos a outros desafios como, por exemplo, apresentar-se ao grande público, no palco, num trabalho que integra diferentes linguagens.